Como começar a investir? Saiba como dar os primeiros passos para investir como pessoa física ou jurídica

Todo economista, administrador ou contador quer “arrancar os cabelos” ao observar a sociedade investindo todas as suas finanças na conta poupança. A remuneração da conta poupança existe e é seguro, mas é bastante pequeno em comparação com outros investimentos igualmente seguros. É importante também considerar que, em diversos momentos, a inflação se encontra superior ao rendimento da poupança, de modo que ao considerarmos o período de um ano com dinheiro investido nela, podemos afirmar que estamos “perdendo dinheiro” ao perder o poder de compra com dinheiro na poupança.

Existem inúmeras formas de investimento e você pode começar a qualquer momento. Não mantenha sua mente somente no mercado financeiro e procure pensar que comprar um imóvel ou um veículo é um bom investimento. E que tal poupar de um jeito mais rentável para comprar aquele prédio que sua empresa aluga há tantos anos? Ou seria mais conveniente investir em modernizá-la? As opções são variadíssimas e por mais que fazer um investimento seja, quase sempre, uma boa ideia, é preciso traçar estratégias para escolher a melhor forma de guardar o seu dinheiro até que você encontre para ele outro destino.

O valor da moeda e a natureza do investimento

A moeda é mais do que instrumento de troca – é mercadoria. Os bancos e financeiras sabem bem como isso funciona porque só sobrevivem tratando a moeda como mercadoria. Quando tomamos empréstimos, somos cobrados para ter posse do montante emprestado e a recíproca nos vale quando investimos – colocamos nosso dinheiro à disposição de outrem e somos remunerados por isso. Assim, a moeda é tratada como mercadoria. No entanto, quando investimos, por exemplo, em melhorias para a nossa empresa, colocamos à sua disposição um montante para que dele se alimente e retorne em forma de lucros maiores, de modo a cobrir o capital investido e retornar ainda mais. A natureza do investimento consiste em fazer uma aposta extremamente racional através de previsões baseadas em dados reais. Só investimos porque algum tipo de análise nos mostra que o retorno virá em breve.

Como escolher a melhor maneira de investir?

Se você possui uma empresa, certamente desempenha funções diversas e não há a menor necessidade de que se ponha a estudar todos os fundamentos da economia. Obviamente, estudar o mercado é fundamental, porém nem sempre um empresário possui tempo para se aventurar a entender este universo. Caso queira tentar, nada o impede. Porém, é importante ter em mente que o investimento racional pode começar na contratação de um serviço de consultoria empresarial (colocando à disposição de outra empresa ou profissional especializado um montante de capital em troca de um planejamento estratégico, capaz de trazer mais lucros e cobrir aquilo que foi investido na contratação). A partir deste ponto, você poderá desfrutar de uma das mais poderosas ferramentas de um investidor competitivo: a informação certa. Se você trabalha sozinho, pode contar com a consultoria financeira para pessoa física e obter relatórios e análises feitas por profissionais capacitados, além das tendências e previsões mais fortes para os próximos meses ou anos. Começar a investir da forma correta, sem ser impulsivo e jamais contando com a sorte é tomar para si chances imensas de obter retorno e lucratividade.

Está com dúvidas Conte para nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *