Lidando com as adversidades – organize a sua empresa e não se desespere diante de crises econômicas

Certa vez ouvi de um imigrante árabe que mora no Brasil há 50 anos: “uma empresa é como um casamento. Você precisa estar presente o tempo todo e terão tempos bons e ruins. Não case se você não estiver preparado para isso”. Como bem sabemos, os árabes são os reis do comércio e a citação acima não podia estar mais correta. De fato, uma empresa possui momentos de intensa prosperidade e escassez, está sujeita a ser prejudicada ou beneficiada pela imprevisibilidade do mercado. Se entramos em desespero e buscamos fugir, tudo desaba e as perdas serão maiores do que as ameaças que o acaso nos oferece.

Tal qual um casamento, é preciso ponderar a respeito de tudo antes de tomar qualquer atitude. Porém, antes de tudo é preciso analisar se a empresa possui um acompanhamento adequado e frequente de sua situação fiscal, de suas finanças, da regularidade dos seus funcionários e se não deixa passar facilmente oportunidades de economizar. Mesmo em momentos de prosperidade, prevenir-se é fundamental. Por isso, adquirir gastos frequentes e desnecessários nunca é uma boa ideia, bem como deixar que irregularidades tomem espaço dentro da empresa. O dinheiro desses gastos e de multas, caso a sua empresa seja pega por algum tipo de fiscalização, certamente fará bastante falta em tempos de crise.

Para a manutenção de uma rotina saudável é importante contar com um serviço de consultoria empresarial. Um profissional que chega à empresa com um ponto de vista totalmente novo é essencial para que você consiga se dar conta de novas estratégias, mudanças saudáveis e a eliminação de problemas que podem oferecer riscos para o orçamento da empresa, como processos jurídicos, por exemplo. A Sibrom é referência nacional em consultoria empresarial e pode oferecer alternativas viáveis para a melhoria da empresa como um todo, dentro ou fora de crises.

Desespero = prejuízo

Muitos empresários tendem a cortar custos rapidamente. Demitem funcionários importantes que são bem remunerados para economizar o gasto com o alto salário, negligenciam a qualidade do seu produto ou mesmo sobrecarregam a equipe – nada disso pode trazer bons resultados. Um funcionário bem remunerado certamente possui motivos para sê-lo e demitindo alguém de sua confiança e que presta um bom serviço é como retirar as bases do seu negócio no meio da tormenta. Negligenciar a qualidade do produto (muitas vezes através da troca por fornecedores que cobram menos por um insumo inferior) só pode resultar na perda de clientes. Equipe sobrecarregada vai lançar os olhos para fora, buscando um emprego que ofereça melhor qualidade de vida e você vai se ver tendo que recrutar novamente – e arcando com esse custo também.

O que queremos dizer é que se há alguma melhoria para ser aplicada à empresa, deve ser feita antes de as coisas saírem do controle. Quando a crise chega, você precisa estar blindado e esperar firmemente que ela passe, atuando tão normalmente quanto for possível. Caso tenha sido pego de surpresa, o melhor a se fazer é contar com um consultor para te ajudar a colocar “ordem na casa” e determinar quais serão as melhores alternativas para o corte de gastos, caso seja necessário. É o seu caso? Entre em contato com a Sibrom através do site www.sibrom.com.br e descubra as melhores formas de colocar a sua empresa fora de perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *